Quarta-feira, 19 de Outubro de 2005

SUPER QUÊ?

s_m.JPG

Sobre a equipa redactorial, direi que são todos mais que “conhecidos”, senão como se entender este anúncio e prova de modéstia escrita de um dos seus autores: ”de cuja equipa redactorial faço parte, juntamente com outros conhecidos apoiantes”?

Mas por muito inconformista e irreverente que pareça, a equipa agora conhecida do simpático Super Mário, modernaça até e com laivos de “barnabé” (o que só condiz com a fase pré-bloquista do penúltimo Mário Soares, o de antes da candidatura), embora o apelo seja mais para o infantil que para o juvenil, a composição da Comissão Política do Candidato "oficial" do PS não engana o algodão, está lá quase todo o peso pesado não só do baronato soarista como o pessoal com os sapatos gastos nas andanças pelos corredores do Rato. Comparem-se com os apoiantes deste Manifesto e vejam-se as diferenças.

De qualquer modo, sauda-se a vinda à liça dos bloguistas soaristas. Nada como animar a malta. Para já, a publicidade fica feita. Porque, á esquerda, ninguém está a mais. E, quanto a cidadania, ela precisa-se!

Adenda 1: Como se previa, no cenário mais pessimista é claro, o “Super Mário” é, sobretudo, um blogue de ataque à candidatura de Manuel Alegre. Vejam este exemplo. O que se esperava, de combate contra a Direita, de escritas em tons de “rosa velho”?

Adenda 2: Muito bem! Com elegância e autoridade, Vital Moreira chamou à razão os seus parceiros que iam pela desbunda “à barnabé”. Assim, nos entenderemos -diferentes nos caminhos mas com o tino suficiente para saber quem, acima de tudo, não se quer que ganhe.

Nota: O post de VM referido na "Adenda 2" foi colocado posteriormente à minha "Adenda 1". Noutro caso, não a emitiria. Assim fica uma nota inicial e um reconhecimento posterior pela emenda de mão que se espera tenha os efeitos pedagógicos merecidos.
publicado por João Tunes às 17:10
link do post | favorito
De Manuel Correia a 22 de Outubro de 2005 às 00:44
Acho que uma coisa e outra são indissociáveis. Ou deixas falar todos ou bloqueias uns a pretextos dos outros. Não acho bem que as manifestações de cobardia, as canalhices e outros expedientes «tão peritos que não podem sequer ser bem descritos», vão das manchetes dos «media de referência» às aberturas dos telejornais, sem que os possamos barrar. Pela minha parte, sinto-me injustiçado quando me dizem que não posso deixar um comentário num blogue por causa dos «outros». Suponho que ganharíamos em esmiuçar isso um pouco mais. Evidentemente que quem procede assim (impede os comentários anónimos) está no seu direito. A explicação é que me parece ... curta.
Um abraço


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. OS VOTOS E OS RATOS

. Bom fim-de-semana

. A Guidinha é que sabe...

. SABER CONTAR

. VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇ...

. UM CRIATIVO (ou a melhor...

. PROFESSOR EGAS MONIZ

. UM PARA UM

. REVISÃO

.arquivos

. Setembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds