Domingo, 9 de Outubro de 2005

AGORA, MAIS GOLOS NOUTRAS BALIZAS

Triangulo2006.gif

Pois eu sei que o futebol é futebol. Tem muita coisa rasca. Sobretudo, a dificuldade de, através do futebol, se passar do argumento primário e fixado, o que transforma a maioria das discussões futebolísticas em jogos de teimosias exacerbadas. Nada, ou quase nada, se aprende a falar de futebol e a ler sobre futebol.

Mas o futebol é o maior espectáculo de massas. A grande paixão das massas. Um jogo colectivo que, quando bem jogado, é um espectáculo único (e um mau jogo de futebol é pior que um mau filme ou um mau livro?). E tem uma margem razoável de imprevisibilidade. E tem os golos, vivendo dos golos – a alegria e o desespero dos golos. Sendo tudo isto, o futebol tem regras fáceis de entender, o que é pedra fundamental da sua popularidade, tornando-o acessível até a um analfabeto ou a uma criança. O que torna cada espectador num treinador de bancada ou sofá, com direito a opinar sobre tudo – sobre o jogo, o árbitro, o treinador, as equipas, os jogadores, absolutamente tudo. E aqueles noventa minutos transformam-se em momentos em que se renasce ou desfalece, apetencendo ir depois para rua abraçar o vizinho e comemorar como se mais um filho tivesse nascido ou esconder a tristeza dentro da alma e só querer conversar com o silêncio.

Entre os países da lusofonia, mais que os laços da língua, perduram os laços que ficaram e que passavam, e passam, pelas bolas de futebol. Para o bem ou para o mal, o futebol é, sem dúvida, o ponto de melhor encontro entre povos irmãos em que cada um foi às suas, vivendo em casas próprias. E se sobrou quase só isso, que isso se aproveite para se querer mais.

No Mundial na Alemanha - 2006, lá se encontrarão Brasil, Portugal e Angola, sendo só de lamentar os outros que lá não conseguiram chegar. Até que cheguem os momentos em que não caberemos todos, tendo de nos defrontar, celebremos este feito único da tri-presença do falar português num Campeonato do Mundo. E que os abraços de alegrias comuns de hoje, por causa do futebol, ganhem raízes para outras venturanças comuns que só fazem bem a uns e a outros. Precisamos de mais golos noutras balizas.

Imagem roubada no Pululu.
publicado por João Tunes às 17:40
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. OS VOTOS E OS RATOS

. Bom fim-de-semana

. A Guidinha é que sabe...

. SABER CONTAR

. VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇ...

. UM CRIATIVO (ou a melhor...

. PROFESSOR EGAS MONIZ

. UM PARA UM

. REVISÃO

.arquivos

. Setembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds