Quarta-feira, 9 de Novembro de 2005

INDIGNAÇÃO

81[1].jpg

De um savimbista-monárquico-lobitino.

Silva Pais e Costa Gomes, se vivos, batiam-lhe as palmas. Assim, resta a condecoração póstuma que, um dia, Dos Santos lhe há-de dar (ao Savimbi).
publicado por João Tunes às 00:38
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Eugnio Costa Almeida a 10 de Novembro de 2005 às 18:43
Lá tenho eu de divergir, uma vez mais, do nosso confrade João Tunes. Se este blogue, que já vai na 4ª edição, é pobre, uh!! coitadinho de mim... o que direi do meu.
Um grande abraço. Eugénio Almeida


De Joo a 9 de Novembro de 2005 às 23:54
E, caro Eugénio, que mais posso eu fazer, em tão pouco concordando consigo, que dar destaque às suas posições neste pobre blogue? Um democrata divergente pode fazer ainda mais? Um abraço? Então que ele nunca falte!


De Eugnio Costa Almeida a 9 de Novembro de 2005 às 23:01
Não está em causa títulos e, ou, enquadramentos; mas, e como o meu amigo João Tunes diz, e muito bem, num apontamento acima, o direito à indignação. Foi essa a que tive.
Não nego que fui militante da Unita; não nego que o primeiro local onde vi publicado um artigo meu foi na revista da Unita, Terra Africana, publicada em Lisboa. Como também não nego - e sinto-me honrado por tal - que entre os meus melhores amigos estão militantes e simpatizantes do MPLA e da FNLA.
Agora o que não aceito, nem posso aceitar que um governante - e enquanto tal - se preste a fazer declarações como as que, eventualmente (e que já me confirmaram que o fez) prestou ao Expresso.
Enquanto cidadão, JC pode, e tem o direito - diria mais, o dever - de o fazer.
Enquanto governante não só não pode, como deve abster-se de o fazer.
Seria o mesmo que um Ministro qualquer de um país amigo de Portugal chamar um qualquer nome a Mário Soares, ou a Manuel Alegre ou a Cavaco Silva, ou a um outro qualquer. Poderia até ser verdadeiro o epíteto que esse governante proferisse e, internamente, os mimos ainda serem mais cáusticos... mas ninguém iria gostar de ouvir tal.
Também, os angolanos podem e devem chamar à razão o referido governante das palavras que proferiu. Até poderemos pensar ainda mais forte... mas somos nós.
Sempre a considerar e um abraço fraterno.
Eugénio Almeida


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. OS VOTOS E OS RATOS

. Bom fim-de-semana

. A Guidinha é que sabe...

. SABER CONTAR

. VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇ...

. UM CRIATIVO (ou a melhor...

. PROFESSOR EGAS MONIZ

. UM PARA UM

. REVISÃO

.arquivos

. Setembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds