Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2005

DESTA VEZ, IEJOV NÃO APAGOU TROTSKI DO RETRATO

CINA.jpg

O debate de hoje, que previ vir a ser o debate dos debates (ou seja: o debate da substância, não que tenha a ver com as eleições, mas com o sucesso do modelo dos debates), mereceu-me prefácio de sincera expectativa. E terminei assim: “A não perder, portanto. (...) Parte da noite em sofá, reserva-me este dia. Há dias assim.”.

E agora, resta o posfácio: Se há dias assim, também há dias assado.

Aparte primeiro: Louçã soma e segue.

Aparte segundo: A não perder a leitura do artigo de hoje no “Público”, de José Pacheco Pereira, sobre Francisco Louçã e que pode ser lido aqui.
[De onde me ficou uma dúvida única e angustiante – como é que JPP sabe tanto sobre a tessitura interna da extrema-esquerda?]

Nota final mas não pouco importante: Concordo que foi absolutamente miserável, rasca, cobarde e própria de politiquice infame, a evocação de Louçã, como seus "mestres parlamentares", e a despropósito, de João Amaral e Lino de Carvalho (antigos deputados do PCP, ambos já falecidos). Por serem mortos atirados á cara de Jerónimo, sabendo-se que foram desalinhados com a ortodoxia do PCP representada, na sua frente, por Jerónimo. O que só confirma que, quanto a inspiração, pior que Estaline só ... Trotski.
publicado por João Tunes às 22:34
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Joo a 16 de Dezembro de 2005 às 00:26
Raimundo, ó Raimundo, a Margarida voltou a meter-te os "palitos eleitorais". Olha que ainda acaba por votar no Jerónimo...


De Margarida a 16 de Dezembro de 2005 às 00:19
Pois houve. Para se safar dos ziguezagues em que tem vindo a empatar a despenalização do aborto - antes das eleições quer a lei, depois das eleições quer o referendo - ousou acusar o PCP de ter duas posições sobre o referendo, quando o PCP NUNCA abdicou do princípio de o Parlamento ser o local para a resolução da questão. Faz as asneiras e nunca as assume. É completamente populista, irresponsável e poltrão.


De Joo a 15 de Dezembro de 2005 às 23:53
Quanto à parte referida, toda a razão. Obrigado pelo alerta (já meti nota a propósito). Mas, para sermos sérios, há que reconhecer que houve mais que esta infâmia no debate.


De Joo a 15 de Dezembro de 2005 às 23:41
Neste debate o Louçã mostrou estar tão à rasca que para ganhar uns votitos até invocou dois comunistas mortos. Maior infâmia é impossível. O gajo não presta mesmo!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. OS VOTOS E OS RATOS

. Bom fim-de-semana

. A Guidinha é que sabe...

. SABER CONTAR

. VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇ...

. UM CRIATIVO (ou a melhor...

. PROFESSOR EGAS MONIZ

. UM PARA UM

. REVISÃO

.arquivos

. Setembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds