Terça-feira, 22 de Novembro de 2005

O RENDER DAS BANDEIRAS

Guine_1974_Mansoa_28_3.jpg

Em 9 de Setembro de 1974, o Furriel Miliciano Eduardo Magalhães Ribeiro estava em cumprimento de missão militar em Mansoa (Guiné-Bissau). Coube-lhe a tarefa de arrear a bandeira portuguesa por fim de prazo de soberania (uma forma eufemística de dizer que tínhamos, formalmente, reconhecido que perdéramos a guerra contra África). No mesmo mastro, subiu, a seguir, a bandeira da Guiné-Bissau, país independente, içada por um guerrilheiro do PAIGC.



Guine_Mansoa_PAIGC_32_1.2[1].jpg

Uma mudança de soberania é sempre um momento forte. Deve ser solene e, no caso, foi. Com respeitos pelo sucedido e pelo sucessor. Aqui, podem-se ver mais fotos e o depoimento deste ex-Furriel que viveu um dos momentos mais solenes e simbólicos entre as tantas peripécias da longa guerra colonial (1961-1974).
publicado por João Tunes às 16:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. NOVO POISO

. OS VOTOS E OS RATOS

. Bom fim-de-semana

. A Guidinha é que sabe...

. SABER CONTAR

. VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇ...

. UM CRIATIVO (ou a melhor...

. PROFESSOR EGAS MONIZ

. UM PARA UM

. REVISÃO

.arquivos

. Setembro 2007

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds